1. Home
  2. » 
  3. Blog
  4. » 
  5. Encontrar o Crédito Pessoal mais Barato

Encontrar o Crédito Pessoal mais Barato

Crédito financeiro pessoal

Seja para fazer face a uma situação inesperada ou uma ajuda para algo que há muito queria mesmo comprar, o crédito financeiro pessoal é um recurso que pode fazer muito pelo nosso conforto, quando corretamente utilizado.

Os encargos associados a cada pedido, intimamente ligados à forma como as instituições de crédito os avaliam, podem variar consideravelmente, em função de múltiplos fatores. Mantendo a necessária brevidade, seguem-se algumas dicas que poderá utilizar para conseguir o crédito pessoal mais vantajoso.

Ao fazer um empréstimo, uma instituição de crédito pretende, por um lado, maximizar o seu retorno, ou seja, ter lucro, que será tanto maior quanto o montante cedido, mas, por outro lado, pretende também minimizar o risco do crédito, ou seja, a possibilidade de o cliente não ter como lhe pagar. Assim, é natural que ofereça melhores condições a um cliente que represente, à partida, menos risco.

Instituições de crédito em Portugal

Ou seja, uma instituição de crédito (Cetelem, BPI, Santander Totta) vai aprovar mais facilmente o seu pedido e, muitas vezes, oferecer-lhe taxas de juro mais vantajosas se, em retorno, lhe apresentar determinadas garantias. Destas, as mais importantes e comuns são:

  • a presença de rendimentos estáveis, em periodicidade e valor.
  • é uma grande ajuda ter um contrato de trabalho efetivo.
  • possuir um bom historial bancário, sem situações de incumprimento.

Existe ainda um fator adicional de grande importância para as instituições de crédito: a chamada taxa de esforço. Ou seja, a relação entre os seus rendimentos mensais e o valor das prestações do crédito pedido. Quanto menos a mensalidade do seu crédito representar em relação à totalidade do que ganha, mais fácil será conseguir a aprovação e maior a liberdade para negociar condições mais vantajosas.

 

Qual o melhor banco

Com isto em mente, apresente o seu pedido de crédito a várias instituições, utilize as ferramentas que estas proporcionam nos respetivos sites da internet, como simuladores, formulários de contacto e linhas de apoio com as quais poderá falar. A juntar a isto, existem sites capazes de comparar, de forma automatizada, as condições-padrão de oferta de credito pessoal de diversas instituições.

Estes agregadores, dos quais, a título de exemplo, o Reorganiza e o ComparaJá.pt são dos mais populares, têm o potencial de tornar uma primeira escolha das instituições a abordar muito mais fácil.

Verifique qual é a taxa de juro mais baixa, mas esteja também atento ao valor das comissões, no final, mais do que a mensalidade a pagar, o melhor indicador de qual será o crédito mais vantajoso para si é aquilo que é conhecido como montante total imputado ao consumidor, ou MITC, ou seja, o total que vai pagar à instituição de crédito pelo montante financiado, incluindo juros, seguros, comissões e impostos. E, independentemente dos resultados das simulações online, não deixe nunca de falar com o gestor de conta do seu banco.

Por último, não poderíamos deixar de mencionar o chamado crédito consolidado ou consolidação de créditos, recurso muitas vezes viável para quem tem vários créditos e que, como o nome indica, consiste em juntar todos os créditos num só. Também aqui as dicas anteriores são aplicáveis, sendo necessário pesquisar e comunicar, negociar com diversas instituições as suas propostas, e assim conseguir reduzir eficazmente os valores a pagar em cada mês.